Fechar

Não participou dos eventos anteriores?

Saiba tudo que aconteceu na primeira e segunda edição.

[Download] Fórum do Agronegócio 2018 [Download] Relatório Fórum do Agronegócio 2017

ABRASS participa do Fórum do Agronegócio

Luciano Vacari, diretor-executivo da associação, estará em Londrina debatendo temas como agregação de valor e infraestrutura para o agro

[ABRASS participa do Fórum do Agronegócio]

O diretor-executivo da Associação Brasileira dos Produtores de Sementes de Soja (Abrass), Luciano Vacari será um dos debatedores do Fórum do Agronegócio 2019, que acontece na próxima segunda-feira, dia 8, durante a ExpoLondrina. A terceira edição do Fórum tem como tema “Potencializar o Agro: da infraestrutura à agregação de valor. Soluções?”  e reunirá em Londrina as principais lideranças para discutir os principais gargalos do setor. Vacari participa do painel “Agro: mercados interno e externo e suas perspectivas para agregação de valor”.  

Para o executivo, discutir a infraestrutura e logística, nesse momento, é de fundamental importância. “A logística, ou a falta dela, está diretamente ligada a renda do produtor. Tem impacto instantâneo no custo de produção e tira a competitividade dos produtos agrícolas. Temos o dever e a oportunidade de mostrarmos aos novos governos esses gargalos, os impactos e as oportunidades de através do investimento  para  contribuirmos ainda mais para o desenvolvimento do País”, explica.

Segundo ele, é preciso cobrar esses investimentos em soluções mostrando a organização e importância do agronegócio. “Somos o segmento que mais contribui para geração de emprego e renda do País. Investimos muito em tecnologia, e vimos todos os anos, bilhões de reais serem perdidos pela ineficiência da infraestrutura. Precisamos mostrar os números e, principalmente, mostrar o que poderia estar sendo feito com todo este dinheiro desperdiçado”, afirma.

Mas, sem investimento, não há maneira de resolver a equação que existe hoje: estradas rurais prejudicado o escoamento, o frete caro, a falta de armazenamento, entre outros. “É preciso investimento em infraestrutura e logística. As estradas em boas condições de trânsito diminuem o custo de produção, tornando o frete mais barato e deixando mais dinheiro para todos. A armazenagem é fundamental. Não podemos mais continuar a armazenar nossa produção sobre rodas. Temos que dar ao produtor condições para ter sua própria armazenagem, e melhorar sua renda”, afirma.

Notícia anterior Fórum do Agronegócio... Próxima notícia Investir em...