Fechar

Não participou dos eventos anteriores?

Saiba tudo que aconteceu na primeira e segunda edição.

[Download] Fórum do Agronegócio 2018 [Download] Relatório Fórum do Agronegócio 2017

Jornalista diz que mobilizações políticas aceleram ações do governo

Fernando Lopes, editor do Valor Econômico, será um dos mediadores do Fórum do Agronegócio 2019

[ Jornalista diz que mobilizações políticas aceleram ações do governo]

Para o editor de Agronegócios do jornal Valor Econômico, Fernando Lopes, discutir infraestrutura e logística é sempre oportuno. “As margens de lucro são curtas nas cadeias de produção agrícola e, quanto melhor a infraestrutura, mas essas margens são preservadas”, afirma. Lopes estará em Londrina, dia 8 de abril, participando do Fórum do Agronegócio 2019, cujo tema deste ano é “Potencializar o Agro: da infraestrutura à agregação de valor.  Soluções?”. O evento é uma promoção da Sociedade Rural de Londrina (SRP) e acontece dentro da programação técnica ExpoLondrina.

Como na edição passada, Lopes será moderador do painel “A lógica para a Infraestrutura e a Logística”, do qual participam também Edeon Vaz , diretor do Movimento Pró Logística – APROSOJA; Luiz Henrique Dividino; consultor internacional para Logística Portuária com ênfase no segmento de Commodities; Ricardo Thomé, gerente de Cadastro de Armazéns na Companhia Nacional de Abastecimento – CONAB; e Luiz Fernando Garcia da Silva, presidente da Administração dos Portos do Paraná.

O jornalista diz que, em diversas regiões do país, muitos produtores respondem às demandas de infraestrutura com investimentos do próprio bolso. “Mas, é claro, mobilizações políticas também são indispensáveis para acelerar ações que dependem do governo. Vemos hoje, por exemplo, uma grande mobilização contrária ao tabelamento dos fretes rodoviários, como vimos o setor mobilizado nas recentes discussões sobre o Funrural. Eventos como o Fórum expõem essas demandas e discutem maneiras de atendê-las, daí sua importância”, afirma.

As inscrições gratuitas estão abertas no site www.forumdoagronegocio.com e a ideia é atingir vários públicos como agroindustriais, lideranças políticas do agro, associações de classe,  empresários rurais, cooperativas, produtores de insumos, indústrias de transformação, centros de pesquisas, instituições de ensino, profissionais liberais e imprensa.

Notícia anterior Fórum do Agronegócio... Próxima notícia Ana Amélia Lemos será...