Fechar

Não participou dos eventos anteriores?

Saiba tudo que aconteceu na primeira e segunda edição.

[Download] Fórum do Agronegócio 2018 [Download] Relatório Fórum do Agronegócio 2017

SRB defende mudança de legislação para incentivar investimentos em infraestrutura

Marcelo Vieira diz que a regulamentação excessiva no Brasil agrega um custo muito alto à produção

[ SRB defende mudança de legislação para  incentivar investimentos em infraestrutura]

O presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Marcelo Vieira, é um dos palestrantes convidados para o Fórum do Agronegócio 2019, que acontece no dia 8, em Londrina, durante a ExpoLondrina. O evento, que tem como tema “Potencializar o Agro: da infraestrutura à agregação de valor. Soluções”, é uma realização da Sociedade Rural do Paraná (SRP). Vieira participará do painel “Soluções e desafios para potencializar a eficiência do Agronegócio brasileiro”.

Para Vieira, discutir esses temas é prioritário, neste momento. “Temos visto os novos governos discutindo importantes reformas para ajudar a economia do País a voltar a crescer. Essa será a maneira mais fácil e rápida de resolver nossos problemas fiscais e de déficit público. Crescendo, nossa arrecadação melhora e os problemas vão sendo controlados”, explica.  

De acordo com ele, é preciso incentivar investimentos em novas estruturas logísticas: ferrovias, rodovias e hidrovias. “Isso, no entanto, demanda uma legislação mais efetiva. Hoje, trabalhamos com regras de regulamentação ambiental excessivamente burocráticas, que acabam prejudicando produtores, investidores e o próprio meio ambiente. Antes de tudo, precisamos da economia com potencial de crescimento para incentivar o desenvolvimento dessas áreas”, justifica.

Segundo Marcelo Vieira, a mudança na legislação poderá, inclusive, ajudar num dos maiores gargalos que são as estradas vicinais em péssimo estado de conservação, que dificulta a escoação da produção. “Muitas vezes, por ineficiência do Estado, o próprio produtor se prontifica em fazer a manutenção das estradas rurais, por exemplo. Mas o licenciamento e a burocracia para levar os projetos adiante é muito grande. Precisamos da economia crescendo para que o País saia do marasmo que entrou nos últimos anos”, diz.  

“O agronegócio hoje está cada vez mais eficiente, com sistemas de gestão mais profissionais, difusão de tecnologia e produtores altamente capacitados. Entretanto, temos alguns fatores que comprometem nossa competitividade no mercado internacional. A regulamentação excessiva no Brasil agrega um custo muito alto à produção. Essa legislação ultrapassada impõe um custo Brasil que precisa ser debatido. Temos agora a oportunidade de tornar o ambiente de negócios mais produtivo”, afirma.

As inscrições para o Fórum do Agronegócio 2019 estão abertas e podem ser feitas no site www.forumdoagronegocio.com

Notícia anterior Fórum do Agronegócio... Próxima notícia Paolinelli diz que...